OBJETIVO DO TEMA:

Chegar, cada um, a experimentar o amor pessoal e incondicional de Deus, que é nosso Pai.

 

Deus o ama pessoalmente, porque é seu Pai

Mas agora, diz Javé, aquele que te criou, ó Jacó, aquele que te formou, ó Israel: não temas, porque eu te resgatei, chamei-te pelo teu nome; tu és meu” (Is 43,1).

Eu te amei com amor eterno … ” (Jr 31,3).

Deus ama todos os homens, mas também ama cada um de maneira pessoal, como cada um necessita ser amado. Se você fosse o único habitante de todo o universo, Deus não poderia amá-lo mais do que o ama, porque já o ama com todo o amor de um Deus Todo- Poderoso. Deus não nos ama pelo que nós fazemos, mas pelo que Ele é, nosso Pai.

Como um pai é compassivo com seus filhos, Javé é compassivo com aqueles que o temem” (Sl 103,13).

 

Deus o ama incondicionalmente, porque é amor

Deus é amor” (1Jo 4,8).

Por acaso um mulher esquecerá de sua criancinha de peito? Não se compadecerá ela do filho do seu ventre?  Ainda as mulheres se esquecessem eu não me esquecerei de ti” (Is 49,15).

Deus não lhe impõe nenhum condição para amá-lo.  Ele o ama exatamente como você é neste momento.

Não importa o que tenha sido ou seja no presente: pecados, vícios ou defeitos. Deus o ama incondicionalmente, porque seu amor não muda. Mesmo todo fracasso, problema, e até pecado em sua vida são agora uma oportunidade para que você experimente seu amor, que é sempre fiel. Deus, que é Todo-Poderoso e que faz tudo o que quer com sua força e onipotência, tem algo que não pode fazer: deixa amá-Io.

Os montes podem mudar de lugar, e as colinas podem abalar-se, mas o meu amor não mudará” (Is 54,10).

Você não necessita aparentar outra coisa do que verdadeiramente é para que Deus o ame. Ele o ama como você é. E mais, foi Ele quem o fez assim. Ele não apenas nos aceita com somos, mas gosta de nós como somos: tem sua alegria em nós (Sf 3,17).  A cada um de nós Ele diz, no mais intimo esta grande verdade: “Tu és o meu filho amado em quem  as minhas complacências“.

Deus o ama com suas qualidades e defeitos. Ele não o ama por suas qualidades, mas com suas qualidades. Deus não deixa de amá-lo pelos seus defeitos. Ama-o com eles. Deus não ama o que você faz, mas ama você. Aceita-o, e aceita-o com amor. Deus o ama com seus pecados e seus esforços, seja você rico ou pobre. Você não necessita colocar máscaras diante d’Ele. Ele o ama porque você é seu filho, e não por outra coisa. Não o ama porque você é bom, mas porque Ele é bom.

 

Deus quer o melhor para você porque você é seu filho

Deus, certamente, o ama como você é, mas o ama tanto que não quer deixar você assim. Ele quer algo muito melhor para você. Exatamente porque o ama, Ele quer o melhor para você, e tem um plano que fez com toda a sabedoria e amor para você.

Ao que é poderoso para realizar por nós, em tudo, infinitamente além do que pedimos ou pensamos … ” (Ef 3,20).

Seu plano supera de muito o que você imagina ou pode pensar para seu próprio bem.

Quanto os céus estão acima da terra, tanto os meus caminhos estão acima dos vossos caminhos … ” (Is 55,9).

 

Deus tomou a iniciativa de amá-Io

Deus o ama, e a única coisa que lhe pede é que creia em seu amor, que creia n’Ele, confie no plano d’Ele mais do que no seu. A primeira coisa que Deus nos pede não é que O amemos, mas que nos deixemos amar por Ele. Manifeste-lhe apenas que você quer experimentar o amor d’Ele por você. Não se trata de que nós intentemos chegar a Ele. É Ele quem quer chegar até nós. Não se trata de que nós O alcancemos a Ele, mas que deixemos alcançar por Ele. Antes que começássemos a buscá-lo ele já estava nos buscando. Ele tomou a iniciativa. O amor não consiste em que amemos a Deus, mas que Ele nos amou primeiro (cf 1Jo 4,19). Não fomos nós que O escolhemos. Foi ele que nos escolheu primeiro (cf. Jo15,16). Nós não fazemos nenhum favor a Deus em ama-lo. É Ele que nos favorece a nós com seu amor, que é eterno. Às vezes buscamos a Deus e queremos ama-lo, porem ninguém pode ama-lo se antes não tiver experimentado o seu amor. Temos de fazer uma parada, deter-nos e deixarmo-nos alcançar por Ele, por seu amor.

 

Conclusão

Deus ama a todos os homens porque somos seus filhos e obras de suas mãos. Ama bons e maus, homens e mulheres católicos e protestantes, ateus e perseguidores da Igreja sacerdotes, lideres sindicais, donas de cabarés ou prostitutas. Ele nos ama a todos, porque todos somos seus filhos. Deus não nos ama pelo que fazemos, mas pelo que somos: seus filhos. Deus não nos ama porque somos bons, mas porque bom é EIe. Não nos ama porque nós O amamos, mas porque Ele é amor  (cf. 1Jo 4,8).

 

ESQUEMA DO TEMA   “O AMOR DE DEUS”

Objetivo do evangelizador: Canal de Amor de Deus

Objetivo do evangelizado: Experimentar o amor misericordioso de Deus

Idéia Central: Deus o ama hoje como você é.

Conteúdo: Deus é um Pai amoroso que ama você pessoal e incondicionalmente e quer o melhor para você. Não o ama porque você é bom, mas porque Ele é bom.

Motivação: Não pede a você que o ame, mas que você se deixe amar por Ele!

Exemplo: Filho pródigo: Lc 15,11-24.

Citações Bíblicas (para memorizar): Jr 31,3; 1Jo 4,8; Is 54,10.

tema apresentado por Iramaia Xavier Ferreira Migon

Anotações de Antonio Onofre Andreão (Mater Ecclesiae)