Mt 19,23-30

Naquele tempo, 23 Jesus disse aos discípulos: “Em verdade vos digo, dificilmente um rico entrará no reino dos Céus.24 E digo ainda: é mais fácil um camelo entrar pelo buraco de uma agulha, do que um rico entrar no Reino de Deus”.25 Ouvindo isso, os discípulos ficaram muito espantados, e perguntaram: “Então, quem pode ser salvo?” 26 Jesus olhou para eles e disse: “Para os homens isso é impossível, mas para Deus tudo é possível”. 27 Pedro tomou a palavra e disse a Jesus: “Vê! Nós deixamos tudo e te seguimos. Que haveremos de receber?” 28 Jesus respondeu: “Em verdade vos digo, quando o mundo for renovado e o Filho do Homem se sentar no trono de sua glória, também vós, que me seguistes, havereis de sentar-vos em doze tronos para julgar as doze tribos de Israel. 29 E todo aquele que tiver deixado casas, irmãos, irmãs, pai, mãe, filhos, campos, por causa do meu nome, receberá cem vezes mais e terá como herança a vida eterna. 30 Muitos que agora são os primeiros, serão os últimos. E muitos que agora são os últimos, serão os primeiros.

+++

Dois caminhos a seguir, dentro da liberdade que o Bom Deus nos dá. Ou sermos ricos de bens materiais ou sermos ricos de Deus (desapegados das coisas materiais). Como no AT, que nos mostra um Deus que é ciumento e quer a todos, mas insistentemente, tentamos nos agarrar a vários bens que possuímos e não sabemos para que. Às vezes nos perdemos e o pior, podemos vir a perder o Reino de Deus.

Simples assim! O que Deus nos pede? Quais as opções que o mundo nos oferece? Qual opção fazemos em nossas vidas? Com este ensinamento de Jesus, Ele quer nos resgatar do estado em que estamos. Se estamos como Ele pede, será bom um exame de consciência para confirmarmos se estamos realmente no caminho.

Mas, se tivermos em caminho diferente, no caminho do pecado ou agarrado mas aos bens materiais, também há que se fazer um bom exame de consciência e ter vontade de mudar o rumo de nossas vidas. Ele insistentemente nos pede, e condicionalmente nos ama. Qual minha resposta?