Mt 18,15-20

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 15 “Se teu irmão pecar contra ti, vai corrigi-lo, mas em particular, à sós contigo! Se ele te ouvir, tu ganhaste o teu irmão. 16 Se ele não te ouvir, toma contigo mais uma ou duas pessoas, para que toda a questão seja decidida sob a palavra de duas ou três testemunhas. 17 Se ele não vos der ouvido, dize-o à Igreja. Se nem mesmo à Igreja ele ouvir, seja tratado como se fosse um pagão ou um pecador público. 18 Em verdade vos digo, tudo o que ligardes na terra será ligado no céu, e tudo o que desligardes na terra será desligado no céu. 19 De novo, eu vos digo: se dois de vós estiverem de acordo na terra sobre qualquer coisa que quiserem pedir, isto vos será concedido por meu Pai que está nos céus. 20 Pois onde dois ou três estiverem reunidos em meu nome eu estou ali, no meio deles”.

+++

Certa vez chamei à atenção de um jovem a frente de outros e ele ficou chateado. Na certeza que a reprimenda foi boa, mas inadequada por ter falado a frente de outros, me deixou chateado. Hoje, este jovem me procura para conversarmos e tudo foi superado. Glória a Deus.

Muito boa a orientação de cautela que nos passa Jesus sobre a reprimenda, pois as tentativas devem seguir esse ritual, primeiro falar sozinho com a pessoa, se não der certo, falar a frente de mais um ou dois e só então comentar em público.

A verdade sempre prevalece quando há entendimentos. Quantos conflitos acontecem no mundo, ás vezes até dentro da mesma comunidade, mesmo grupo, ás vezes discute-se por bobagem. Se faz necessária a Aliança, para que com compromisso e responsabilidade a missão aconteça.