Graça: de mais amar e servir a meu próximo.

Jo 3,14-21

14Como Moisés levantou a serpente no deserto, assim deve ser levantado o Filho do Homem, 15para que todo homem que nele crer tenha a vida eterna. 16Com efeito, de tal modo Deus amou o mundo, que lhe deu seu Filho único, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. 17Pois Deus não enviou o Filho ao mundo para condená-lo, mas para que o mundo seja salvo por ele. 18Quem nele crê não é condenado, mas quem não crê já está condenado; por que não crê no nome do Filho único de Deus. 19Ora, este é o julgamento: a luz veio ao mundo, mas os homens amaram mais as trevas do que a luz, pois as suas obras eram más. 20Porquanto todo aquele que faz o mal odeia a luz e não vem para a luz, para que as suas obras não sejam reprovadas. 21Mas aquele que pratica a verdade, vem para a luz. Torna-se assim claro que as suas obras são feitas em Deus.

21Mas aquele que pratica a verdade, vem para a luz. Torna-se assim claro que as suas obras são feitas em Deus.

A partir dos Encontros dos EE, ficou muito claro para mim o que é a Verdade. A partir de então comecei a abrir mão de várias coisas, por esta Verdade e procurei fazer mais a Vontade de Deus do que a minha vontade, apesar de as vezes ser levado pelas pessoas, que estão sujeitas ao mundo, as trevas, mas sempre quando retorno a Palavra, volto a refletir e descubro o que é bom para mim.

Hoje na Igreja, encontrei a Fima, senhora que estava acompanhando na casa geriátrica e fiquei feliz do que ela falou pra mim, quer que eu volte e está com saudade de mim. Fiquei com muita dó e pretendo voltar a acompanha-la a partir de junho, quando me aposentar. Não é fácil o trabalho, é nítido que faço a vontade de Deus e não a minha. Mas estarei lá, para praticar a verdade e querer estar na luz, ou seja estar na luz, não é viver no escuro, as escondidas, agindo por baixo dos panos, como tem acontecido com nosso Brasil, que lamentavelmente sofre esta forte corrupção, gerando miséria em muita gente.

Cabe também registrar, hoje na Santa Missa, onde o Dr. Iorio da Empresa Santa Cecília, que fará a construção do Edifício Social da Paróquia, falou ao povo da Missa, de forma emocionada, citando o refrão do Salmo de hoje 136 (137): “Que se prenda a minha língua ao céu da boca / se de ti, Jerusalém, eu me esquecer”, ou seja, se ele, se esquecer do compromisso que está assumindo em construir a obra do Edifício Social da Paróquia, que sua língua se prenda ao céu da boca. Tamanho o compromisso, em breve a obra irá acontecer.