Graça: Dá-me teu Espírito, Senhor, para que eu possa sentir e saborear o que tu sentiste naquela hora.

Jo 12,20-33

20Havia alguns gregos entre os que subiram para adorar durante a festa. 21Estes se aproximaram de Filipe (aquele de Betsaida da Galiléia) e rogaram-lhe: Senhor, quiséramos ver Jesus. 22Filipe foi e falou com André. Então André e Filipe o disseram ao Senhor. 23Respondeu-lhes Jesus: É chegada a hora para o Filho do Homem ser glorificado. 24Em verdade, em verdade vos digo: se o grão de trigo, caído na terra, não morrer, fica só; se morrer, produz muito fruto. 25Quem ama a sua vida, perdê-la-á; mas quem odeia a sua vida neste mundo, conservá-la-á para a vida eterna. 26Se alguém me quer servir, siga-me; e, onde eu estiver, estará ali também o meu servo. Se alguém me serve, meu Pai o honrará. 27Presentemente, a minha alma está perturbada. Mas que direi?… Pai, salva-me desta hora… Mas é exatamente para isso que vim a esta hora. 28Pai, glorifica o teu nome! Nisto veio do céu uma voz: Já o glorifiquei e tornarei a glorificá-lo. 29Ora, a multidão que ali estava, ao ouvir isso, dizia ter havido um trovão. Outros replicavam: Um anjo falou-lhe. 30Jesus disse: Essa voz não veio por mim, mas sim por vossa causa. 31Agora é o juízo deste mundo; agora será lançado fora o príncipe deste mundo. 32E quando eu for levantado da terra, atrairei todos os homens a mim. 33Dizia, porém, isto, significando de que morte havia de morrer.

24… se o grão de trigo, caído na terra, não morrer, fica só; se morrer, produz muito fruto: Morrer para o pecado, este é o grande intuito na quaresma, limpar a sujeira, varrer para fora o que não presta. Este é o tempo de conversão, de mudança, de alteração de rumo, pois só assim produziremos fruto. Jesus, no que limpo, este tempo de deserto, que já se aproxima do fim é este tempo de graça.

Mas, Deus respeita nossa liberdade e nos acolhe do jeito que somos. Mas, na liberdade precisamos optar por Ele, conduzir nossos passos com Ele, caminhar com Ele. Não é fácil, esta mudança, sair dos comodismos, dos costumes, mas precisamos usar da vontade e ir, só produzirei muitos frutos se estiver com Ele e não fechado em minhas dúvidas, egoísmo, divagações nem sempre produtivas.

26Se alguém me quer servir, siga-me.

Jesus, continua seu discurso, segui-lo, para sofrer com Ele, para morrer com Ele e depois renascer com Ele. Mas o bom Mestre respeita nossa liberdade, conforme já citei acima. Preciso sair dessas letargias que incomodam e não me dão ânimo para seguir.

Ontem, encontrei um amigo, que há muito trabalhou na paróquia e em nossa conversa, falou algo, que me deixou pensativo até agora, pois disse: Não estou vivendo em comunidade, Ele como pessoa esclarecida e que já foi muito ativo na Comunidade paroquial, sinto, que me fez um apelo nas entrelinhas da conversa. Irei conversar com a pessoa em outro momento. Talvez um convite para um EVC, quem sabe. Senti, neste apelo, um chamado.

32E quando eu for levantado da terra, atrairei todos os homens a mim.

Um discurso escatológico, pois Jesus quer nos colocar pra cima, não quer ver ninguém pra baixo, preso pelos tentáculos do pecado. É momento de soltarmos, de nos apegarmos ao que nos prende, ao que nos deixa anestesiado e fazer alguma coisa para mudar.

Esta última semana, nos aproxima sobremaneira da Paixão do Senhor, vamos viver mais intensamente este caminho e experimentar o que Jesus experimentou.