Graça: Senhor, vós que disseste a seus discípulos: “O maior no Reino é aquele que serve os seus irmãos”. Que esta quaresma seja ensinamento a melhor servir, não prevaleça a minha vontade, mas a de Deus.

Quem se dedica ao serviço, faça-o com a capacidade que Deus lhe concedeu (1Pd 4,11): O MAGIS, pois Deus conhece minhas limitações e darei aquilo que mais posso dar no serviço aos irmãos. O Máximo de amor, o máximo de ternura, o máximo de compaixão, o máximo de doação; cada um dê aquilo que pode.

“Deus amou tanto o mundo que entregou seu Filho único”: Já estamos salvos, pois Jesus nos resgatou, deste modo, precisamos estar vigilantes e contemplar na Semana Santa, este amor infinito de Deus por cada um de nós.

“Pode ir, teu filho vive”: A lembrança do pedido do oficial, que pede a intercessão pelo seu filho, e sem Jesus estar presente, mas basta uma palavra e cura o filho do oficial. Precisamos ter esta fé, acreditar que nas tribulações, Deus age em nós.

“No mesmo instante o homem ficou curado”: A cura do paralítico, que há anos vivia na piscina esperando um milagre. Jesus vem e cura, basta nos abrirmos para Ele, pois só Ele tem a cura, não devemos esperar mas ir ao seu encontro sempre.

“O Filho também dá a vida a quem ele quer”: Jesus veio para que todos tenham vida. Esta é Sua missão implantar o Reino, mas precisamos nos abrir a Ele, ou seja ser seus discípulos missionário do Reino. Esta é a missão da Igreja, pois somos Povo de Deus a caminho e a missão de Jesus, Igreja, nossa, deve ser que todos tenham vida.

“Vós não quereis vir a mim para terdes vida”: Então devemos fazer a opção de seguir Jesus, este é o convite permanente e devemos nos dispor conforme o lema da Campanha da Fraternidade deste ano: “Eu vim para servir”, e só podemos servir se nos aproximar-nos da vida de Jesus, aprender com Ele, sentir com Ele e ter vida com Ele.

“Eles procuravam prendê-lo”: Sempre, quando Jesus estava a caminho pregando o Reino, alguns os seguiam e outros o perseguiam, Assim, também na nossa vida, não conseguimos unanimidade. Mas, aqueles que conseguem se aproximar e prestar atenção ao que Ele fala, se transforma, se modifica, pois Jesus é o Príncipe da Paz e não nos quer em batalhas, discussões, mas nos quer dialogando, pois a Sua mensagem sempre será o coração humano. A transformação passa pelo coração e só assim estaremos em Paz.