Gn 37,2-3; Gn 37-47 – Era o menor da família, mas Deus lhe comunicava coisas grandes em sonhos e supera os irmãos. Tinha 20 anos.

Jz 6,13.14 – Sinceridade dos jovens, que não costumavam adocicar a realidade.

1Sm 3,9-10 – Samuel era um adolescente inseguro. Graças ao conselho de um adulto, ele abriu o coração para ouvir o chamado de Deus.

1Sm 9,2 – Também era jovem, quando o Senhor o chamou para a missão.

1Sm 16,6-13 – Foi escolhido, sendo ainda jovem. Pois, a glória da juventude está no coração mais do que na força física ou na impressão que alguém causa nos outros.

1Rs 3,7 – Quando teve que suceder seu pai, se sentiu perdido e falou com Deus. A audácia da juventude o levou a pedir a Deus a sabedoria e a assumir uma missão.

Jr 1,6-8 – Foi chamado muito jovem para despertar seu povo. Falou com o Senhor. A entrega do profeta à sua missão mostra o que é possível quando se unem o frescor da juventude e a força de Deus.

2Rs 5,2-6;Rt 1,1-18;Rt 4,1-17 – Uma moça judia que estava a serviço do militar estrangeiro Naamã interveio com fé para ajudá-lo a curar-se da doença. Foi um exemplo de generosidade ao ficar com sua sogra que caiu em desgraça, e também mostrou sua audácia para seguir adiante na vida.

Christus Vivit, 5-11