O PECADO DOS ANJOS

PRIMEIRA SEMANA

  1. Ponho-me na presença de Deus e me ofereço a Ele.

  2. Depois situo-me em meu mundo real. Sou um entre muitos seres humanos. Ouço falar de muitas guerras, de ditadores que se fazem tal com muito dinheiro ganho no tráfico de drogas. Leio a cada dia sobre assassinatos em minha própria cidade. O ar que respiro está poluído com produtos químicos tóxicos e perigosos. Como alimentos que causam problemas em minhas artérias, em meu sistema digestivo, e que são capazes de afetar a minha consciência. Talvez tenha aprendido a fumar antes de saber que isto faz mal. Talvez tenha me acostumado a usar drogas. Ajudo a pagar arsenais de armas tão perigosas que impossibilitam alcançar a segurança desejada e ameaçam toda a Terra. Sou enganado pela propaganda, que não diz a verdade. Minha cultura está saturada de prazer, e faz que minhas opções na vida sejam simplesmente busca de prazer. Quando os meios de comunicação social não me dizem abertamente mentiras, enganam-me transmitindo erros e falsos pensamentos. Ainda que eu queira uma melhor distribuição da água potável e de alimentos saudáveis, sei que milhões morrem de enfermidades, enquanto eu posso ter água de qualquer torneira e comer alimentos de qualquer parte da Terra.

Então, sigo anotando erros e maldades até que obtenha um sentido profundo de como anda minha vida e meu mundo. É o meu verdadeiro mundo, mesmo que me sinta seguro e a salvo em minha própria situação. Sem chegar a ser lúgubre ou estúpido, vejo o mundo onde vivo, e a mim mesmo dentro dele, tal como é.

  1. Agora, peço a Deus o que desejo: que me faça sentir vergonha de meus pecados inconscientes e por meus pecados deliberados. Quero sentir-me perplexo pelo fato de que tantos sofrem coisas horríveis por causa do pecado humano, enquanto eu, embora tenha pecado e continue a pecar, tão pouco sofri.

Agora sobre os anjos:

  1. Primeiro, recordo que Jesus disse que viu Satanás cair do céu como um relâmpago (Lc 10,18).

  2. Depois, penso: creio que Deus cria outros seres inteligentes além dos seres humanos? Todos os seres inteligentes têm corpo? Santo Tomás diz que, como os anjos têm uma inteligência muito poderosa, são capazes de conhecer qualquer coisa com uma rapidez incrível, e quando tomam uma decisão, fazem-no com todo o seu ser. Quando um anjo decide servir a Deus ou não. O servir, todo o ser desse anjo muda totalmente para cumprir essa sua decisão. Que penso disto? Vamos supor que um ser poderoso controla toda nossa galáxia e decidiu controlar todas as coisas segundo seu próprio critério, ao invés de seguir a lei de Deus. Que tipo de destruição ocorreria? Suponhamos agora que, uma vez que escolhi e decidi, esta decisão significasse o fim de tudo, e que esta mesma destruição me arruinasse. Como me sentiria?

  3. Então considero como sofro ao recordar as vezes em que decidi fazer o que queria, e não o que era bom. Como é possível estarem os anjos para sempre cobertos de ódio, condenados, enquanto eu, apesar de tudo, posso mudar de vida?

No final, volto-me para Jesus Cristo pregado na cruz e falo com Ele. Pergunto-lhe como pode ser que o Senhor e Criador tenha vindo da eternidade infinita a este mundo, sobre esta terra, para morrer por nossos pecados. E depois reflito comigo mesmo, perguntando-me:

  • Que fiz por Cristo?

  • Que faço por Cristo?

  • O que devo fazer por Cristo?

Falo com Ele como se fala a um amigo. Concluo a minha oração com o Pai-nosso.

Referência bibliográfica:
Tetlow,SJ. J.A. PARA ESCOLHER CRISTO NO MUNDO. Edições Loyola, São Paulo, Brasil, 2003