Encontro Nacional de Juventude Mariana29/08/10

 

Foi realizado, de 23 a 25 de julho o Encontro Nacional de Juventude Mariana 2010 (ENJM), em Vila Velha (ES), que foi uma benção. Tivemos a presença de quase 300 ...


Foi realizado, de 23 a 25 de julho o Encontro Nacional de Juventude Mariana 2010 (ENJM), em Vila Velha (ES), que foi uma benção. Tivemos a presença de quase 300 jovens do Brasil. Organizamos um ônibus e uma van de jovens para o encontro, conseguimos assim levar um grande número de jovens do Rio de Janeiro para o Espírito Santo, onde pudemos ver o crescimento de nossa juventude. Foi perceptivo ver o quanto crescemos, pois vimos muitos jovens que estão iniciando a sua caminhada e já quiseram ir ao encontro e até mesmo falar em público para outros jovens do Brasil. Atingimos o objetivo que era dar formação para alguns e mostrar a outros que somos uma grande família e que eles fazem parte de tudo isso, a nossa força foi notada por diversas vezes no encontro, pois não há povo mais animado e fervoroso do que o do Rio, a integração com os jovens jamistas de outros estados foi uma bela oportunidade de aprendizado e partilha.

Na sexta-feira realizamos um passeio a uma praia próxima a Casa do Encontro, onde pudemos iniciar nossa integração com outros jovens do Brasil, brincamos, corremos, alguns tomaram banho e outros somente ficaram conversando. À tarde fizemos um delicioso passeio a fábrica de chocolate da GAROTO, onde pudemos saborear vários chocolates e conhecer como é o processo de fabricação das delícias que gostamos tanto de comer no nosso dia a dia. À noite tivemos o início do ENJM com a Santa Missa, logo após, tivemos o início do cerimonial de abertura, que foi conduzido por Marcio Blois Teixeira, presidente da Federação do Rio de Janeiro.

No sábado, tivemos formação, onde foi bom de ver alguns jovens do Rio colocando os seus pontos de vista e pensamentos para o trabalho que devemos realizar como evangelizadores que somos, a alegria foi total. Para os que estão a mais tempo no grupo, sabe o quanto é difícil evangelizar o jovem nos dias de hoje, devido à competição que temos com a televisão, que muitas vezes ensina muita besteira e os falsos amigos que sempre estão nos convidando para caminhos errados, afastando-nos, assim, de Deus. Tivemos também uma divisão em grupos, onde foi feito um trabalho de troca de experiência e comprometimentos com o trabalho nas Congregações Marianas. Foi feita também por parte da Confederação a apresentação dos novos coordenadores nacionais de juventude. Na parte da noite, tivemos a celebração da Missa dentro da cultura da região (Missa Sertaneja), onde, infelizmente muito distorcida na liturgia que estamos acostumados a celebrar em nossas paróquias, mas que alguns de nós, em posição de respeito, participamos da Missa, pois o Cristo se faz presente e merece de nós toda honra, glória e louvor. Após tivemos a Festa Junina onde foi uma animação, tivemos dança (Quadrilha), brincadeiras (Pique Bandeira) e comida (Cachorro-Quente), pois se tem povo que gosta de ser animado é sem dúvida o do Rio.

No domingo, logo cedo, participamos na Santa Missa de encerramento no Santuário da Penha e depois fomos para um passeio no convento, onde pudemos visualizar a cidade de Vila Velha, lá do alto, que por sinal é linda. Após o regresso a casa do encontro, arrumamos nossas coisas e retornamos com o coração cheio de vontade de evangelizar em nossas cidades transmitindo o amor que o nosso Deus tem por nós.

Agradecemos a todos que tiveram essa oportunidade para conhecer um pouco mais de nossa associação de fiéis leigos. A todos, deixamos a seguinte mensagem: “Só amamos aquilo que conhecemos” por isso não perca o próximo, vamos todos já nos organizarmos rumo a Londrina 2011.

Salve Maria !!!                                                                     

Orlando Linhares de Oliveira

Coordenador Geral da Juventude Mariana – Rio de Janeiro

Coordenador da Juventude Mariana N. Sra. do Rosário – Del Castilho


You can leave a response, or trackback from your own site.

3 Responses to this article

 
Flávio Luna setembro 1, 2010 Reply

Só duas coisinhas:
*no meu ponto de vista não houve distorção na liturgia da “missa sertaneja”. Foi apenas uma forma de conduzir diferente das que comumente vemos. Da mesma forma q ocorre na liturgia das missas “rock”, “afro”, e até em cultos estrangeiros dentro da nossa arquidiocese, como na missa em Aramaico na paróquia Nossa Senhora do Líbano.

*E a missa de encerramento foi na Basílica do Divino Espírito Santo, e depois da missa fomos em caminhada para o Convento da Penha.

 
Junior setembro 1, 2010 Reply

Totalmente de acordo com a observação do Flávio Luna. Muito bom encontro. Foi ótimo participar!

Até o ano que vem!

Salve Maria!

Rodnei Jr.

 
maria auxiliadora abril 4, 2012 Reply

gostaria de ter contato com sua congrecaão
atraves deste i-mail

Leave a Reply